Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Amigos de infância

por Um Gajo Na Merda, em 25.04.18

As amizades que vão da infância até à fase adulta na maioria das vezes tornam-se medonhas. De forma crua, toda a amizade que se foi construindo, engloba apenas uma pessoa e não a evolução dela. Cônjuges e rebentos acabam indirectamente por entrar também no processo, embora a amizade criada durante aquele enorme período tenha sido apenas com uma única pessoa.

Se conservar uma amizade já por si é um processo dificílimo, tentar conjugar e englobar tudo o que daí advém, tornam-se ainda pior. E é isso que venho sentido com o passar dos anos, com a evolução da vida dos meus amigos de infância. Casaram e tiveram filhos. Estou feliz por eles. A amizade é que ficou diferente. O que também seria de esperar. No fundo, todos sabíamos disso. Tornou-se difícil de encontrar tempo disponível para estar com eles. O tempo ficou curto para todos. E quando há, só se pensa em gastá-lo com o que tiver mais à mão e com o que menos compromisso oferece. Às tantas o amigo passa a ser colega de infância e confunde-nos sobre o que significa verdadeiramente amizade. É  vida é muito complicada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:04


1 comentário

Imagem de perfil

De HD a 25.04.2018 às 16:06

Concordo, as amizades de infâncias podem ser muito saturantes e pouco benéficas, em alguns casos... :s

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D