Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O nosso atendimento público

por Um Gajo Na Merda, em 17.08.18

Considero-me um cliente bastante tolerante no que toca a erros, falta de experiência, ou outras peripécias que possam acontecer em qualquer estabelecimento, contudo, quando sinto que há chico-espertismo, essa tolerância transforma-se. Talvez por ter já trabalho no ramo do atendimento, sobretudo no da alimentação, isso me dê uma visão muito à frente da maioria das pessoas que se julga no reino encantado da rigidez. Eu não sou assim, nem nunca fui. Contudo, gosto que exista humildade e quando existe um erro, convém que seja admitido. Mas não é isso o que se se tem notado. A falta de humildade no momento que algum erro é detectado, entra logo a chico-espertice tuga. Já fiz por escrito três reclamações. Não me orgulho disso. É sinal que houve falhas, e que muito provavelmente voltarão a acontecer. Mas a verdade é que essas falhas/erros, poderiam ter sido moldados com pedidos de desculpa, e actos de humildade. Mas não. Essas três reclamações por escrito, existiram principalmente porque sempre houve confronto comigo, nenhum pedido de desculpa, e claro, a não aceitação do erro, que por engraçado que seja, pouco dias ou até mesmo horas depois, acabei por receber telefonemas com o tal pedido de desculpa e aceitação da falha do serviço. Em Portugal há pouquíssimos funcionários que não utilizam a palavra “acho que…”. É uma forma horrível de se responder. Um funcionário pode ter direito às suas dúvidas, é legitimo, mas se não sabe, porque não pergunta a alguém que saiba logo de imediato? É assim tão complicado admitir a ignorância sobre alguns assuntos, e tentar resolver logo a questão? Qual é a necessidade de fazer “acho que sim…”, quando essa resposta pode vir a dar um problemão? O nosso atendimento público ainda tem muito que melhorar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:12



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D